ano sabatico Europa Infância Primeiros Meses Viagem com filhos

Simpatia de ano novo: salve 2014!

Vento no rosto…Lavandas pelo caminho…Girassóis atentos…um mar transparente e um lago azul azul de doer de emoção…O que mais se há de querer?

Conhece alguma simpatia de ano novo? Certa vez, a tia Nelba me ensinou uma, tu faz assim ó: Na noite do dia 31 de dezembro desse ano, tu escreve uma carta datada dia 31 de dezembro de 2015…e aí começa a listar coisas que gostaria que acontecessem, com gratidão, como se elas tivessem ocorrido na ordem no ano que passou. – Obrigada por esse ano ter me levado a lugares que jamais teria tido a imaginação de listar…Obrigada por ter sempre por perto pessoas muita amadas e amáveis não importa o lugar em que nosso barco esteja…A idéia é pedir em forma de agradecimento e ao invés de entrar na linha da escassez, posição de quem só pede, entramos na linha da abundância do universo. Tem para todos.

Bom, mas ainda no tema…desde 2008 comecei a nomear os anos. De lá pra cá tiveram alguns como: 2009 Ano Quirru! ( expressão usada pelo meu pai, empolgação, tudo vai rolar, deixa chover, bora ser feliz!); 2010 Ano em que faremos contato (época em que estávamos negociando a mudança de SP para Toronto); 2011 Ano de buscas e aprendizado (mergulhando na nova vida no Canadá); 2012 Ano do Amor (casamos, engravidamos e a Luna veio ao mundo antes do final da temporada); 2013 (Não foi nomeado por falta de horas de sono no banco de horas ou foi e eu que esqueci?); Ah, 2013 Ano da Abundância (nada como transformar um ser humano de menos de 3kg em algo bem pesadito, saudável e risonho). Aí veio 2014 : Ano da Realização. 

Mal havíamos pensado num nome pra o ano, quando ele nasceu naquela madrugada, meio de soco! Estávamos bêbados de canseira depois de um vôo contra o fuso, da Europa para América do Norte. Passamos o Natal de 2013 na Nani, na Suiça e caímos de pára-quedas em Toronto apenas para estourar a champagne e apreciar um delicioso jantar com os amigos Décio e Kelly: Viva 2014!!! 

Na manhã seguinte, o nome surgiu. Mas realizar o que? Hora bolas o quê? Sonhos! Realizar sonhos! Para que eles não morram de sono, não desapareçam, não cansem de nós e das nossas promessas vazias.

Já imaginou seu sonho saindo pela porta cabisbaixo e choroso. Pensa! Quantas horas na vida dedicas a ele?

Bem, mas 2014 foi acontecendo como a vida. Um bicho totalmente indomável. O inverno cavalar, o pior inverno dos últimos 400 anos no Canadá. Minha dedicação total a mais nova função: maternidade nada terceirizada, estava me levando as alturas no melhor e no pior sentido. Tudo indicava que a coisa ia ficar quente, isto é, a brasa iria arder dentro do meu ser antes mesmo do verão chegar por lá. Mas não! Veio a carta de alforria que eu negadamente desejei. Estávamos livres. Era a hora da coragem. Hora da estrada aberta, do vento na cara e da mochila nas costas. Hora de ir apesar dos receios, apesar das opiniões contrárias, hora de confiar que não se vive para acalmar expectativas alheias, que se vive para se jogar nas próprias aventuras, caso elas sejam desejadas!

img_3742Se todo ano fosse igual a você, que maravilha seria viver…Por todo esse mar de realizações que 2014 nos trouxe, meu humilde e sincero agradecimento. Fiquei sem palavras para nomear 2015. Sorte que ainda temos mais alguns dias…Assim foi. Fechamos aquela página da nossa história em Toronto para reabrir quando o coração mandar e a circustância permitir. Nos jogamos na maré do povo cigano. O nômadismo passou a ser um modo de vida. Traçamos um mapa e seguimos um roteiro feito à lápis, totalmente maleável a humores e interpéries outras. E como diria Goethe, uma série de acontecimentos e pessoas surgiram no nosso caminho e fizeram parte dessa etapa. Essa travessia, esses meses me ensinaram muito mais do que jamais poderia prever…Realizamos! Mas não vou riscar esse ano de aventura e instabilidade e muitos tetos e abraços e paisagens novas da lista de sonhos, porque sonhos não envelhecem, nem se acabam por vivenciá-los. Eles dão cria: filhotinhos de sonhos estã sendo bem nutridos neste momento.

E você, que nome daria ao seu novo ano?

Se chegou até aqui, caro e paciente leitor, agradeça comigo pelo seu ano também ou apenas aceite as três frases abaixo como meu presentinho de Natal adiantado:

Quem inventou o trabalho não tinha o que fazer.

– Tudo seria fácil se não fossem as dificuldades.

– Nunca desista de seu sonho. Se ele acabou numa padaria, procure em outra.

(ainda mais se tiver nutella dentro, adicionaria)

                                                                             

                                                                                 Barão de Itararé e eu

Quando Luna nasceu eu já era passarinha migrante retirante, morando em Toronto e com o coração solto no mundo. Vivo querendo dar um tombo na rotina e sair voando por ai, sem rumo. Um dia me defini como gaúcha, colorada escorpiana e advogada. Hoje não tenho mais pretensões definidoras. Já entendi que somos transformações pesáveis. Sou um pouco escritora, fotógrafa amadora, inquieta faceira e viajante por qualidade de alma. Ser livre, pelo menos acreditar que tenho escolha é o que me faz viver e crer que a vida é boa. Estou aqui online, mas sou quase analógica. Movida a vinho, lápis, livro e caderninho. Chamego e leveza são palavras que me abraçam. Abri esse canal pra conversar contigo. Quero saber de ti...o que te move, corazon?

0 comentário em “Simpatia de ano novo: salve 2014!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: