ano sabatico Infância Viagem com filhos

Pausa para o indispensável

junho 2014, Montreal:
Então a gente acorda, se espreguiça e vai ver o dia lá fora. Ainda não estamos no interior da França e sim em Montreal, na parte francesa do Canadá, na casa da tia Ju. O quintal por aqui é um sonho de criança. Quando a primavera chega no norte do planeta, nos sentimos como esquilos nos filmes da Disney. Saímos saltitantes, sem questionar, sem pensar…só viver. Queremos fazer todas as refeições lá fora, sentindo o ar puro à sombra das árvores repletas de surprise surprise: folhas! Pois é. Por aqui, folhas verdinhas são coisas raras e belas. Duram aqueles meses que são os mais formidáveis da vida na terra. O verão é liberdade. Podemos brincar com as crianças na rua até tarde. Não fosse a vida real chamando insistentemente, seria fácil e até bom acreditar que essa é a vida real, etérea e simples. O plantar, o comer, o contemplar…abraço, beijo, crianças e bebês floridos. Esse é nosso momento. Momento em que fizemos uma pausa. Uma pausa para o que é indispensável e invisível aos olhos. Mas que clama ao coração. E paro a pensar: quanto mais colecionar dias como esses, mais feliz eu serei no final desse filme que todos sabemos onde termina. Até lá, Plano A: Plantar o tempo e colher amor. 
 
Ps.: plantamos muitas árvores de Magnólias que brotarão na próxima primavera, junto com nossos sonhos.

Quando Luna nasceu eu já era passarinha migrante retirante, morando em Toronto e com o coração solto no mundo. Vivo querendo dar um tombo na rotina e sair voando por ai, sem rumo. Um dia me defini como gaúcha, colorada escorpiana e advogada. Hoje não tenho mais pretensões definidoras. Já entendi que somos transformações pesáveis. Sou um pouco escritora, fotógrafa amadora, inquieta faceira e viajante por qualidade de alma. Ser livre, pelo menos acreditar que tenho escolha é o que me faz viver e crer que a vida é boa. Estou aqui online, mas sou quase analógica. Movida a vinho, lápis, livro e caderninho. Chamego e leveza são palavras que me abraçam. Abri esse canal pra conversar contigo. Quero saber de ti...o que te move, corazon?

0 comentário em “Pausa para o indispensável

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: